Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Déficit de atenção atinge 4,4% de crianças e adolescentes

Índice brasileiro se assemelha aos observados em outras partes do mundo

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) atinge 4,4% das crianças e dos adolescentes brasileiros, na faixa etária dos 4 aos 18 anos. O levantamento foi feito pelo Instituto Glia com 5.961 jovens de 18 estados do país.

Trata-se do primeiro estudo epidemiológico sobre TDAH feito no Brasil com essa abrangência. O índice se assemelha aos observados em outras partes do mundo, que indicam a presença do problema em 5% dos jovens. O médico Marco Antônio Arruda, diretor do Glia e coordenador da pesquisa, conta que a pesquisa resultou em três estudos que serão apresentados no 3.º Congresso Mundial de TDAH, neste mês, na Alemanha.

Para ele, um dos achados mais graves é que, entre as crianças com TDAH, 58,4% não tinham o diagnóstico e só 13,3% tomavam medicação adequada. Por outro lado, 6,1% haviam sido erroneamente diagnosticados e 1,6% tomavam remédio sem precisar.

(Com Agência Estado)