Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

As dez desculpas mais esfarrapadas para faltar ao trabalho

Morder a língua e ficar preso dentro de casa são algumas das "razões", aponta estudo feito nos Estados Unidos

Morder a língua, ficar preso dentro de casa porque alguém colou as portas e janelas, ser acometido por súbita depressão após a derrota do time do coração. Essas são algumas das desculpas mais inusitadas (ou absurdas) apresentadas por profissionais para explicar uma falta no trabalho, de acordo com pesquisa realizada nos Estados Unidos pela empresa de seleção e recrutamento Career Builder. O levantamento ouviu 3.484 funcionários de companhias de diferentes setores, além de 2.099 gerentes de recursos humanos – que precisam ouvir os absurdos. Um terço dos entrevistados revelou que, em 2012, inventou ao menos uma vez uma doença para se ausentar.

Leia também:

Dez questões inusitadas feitas por empresas no recrutamento

As carreiras mais promissoras para os próximos dez anos

Melhores empresas de tecnologia para trabalhar em 2013

Do outro lado do balcão, 30% dos empregadores revelam que a incidência de “doenças” cresce às vésperas de feriados. Outros 19% dizem que dezembro é o mês em que mais funcionários faltam alegando problemas de saúde. Janeiro e fevereiro aparecem logo em seguida. Confira na lista a seguir as dez desculpas mais esfarrapadas ouvidas pelos gerentes de RH: