Clique e assine com até 92% de desconto

As dez carreiras com maior perda salarial no Brasil

Estudo do Ipea analisou dados do período compreendido entre 2009 e 2012

Por Da Redação 3 jul 2013, 10h46

Delegados de polícia, chefes de cozinha, editores e engenheiros ambientais estão entre os cargos profissionais que registraram as maiores perdas salariais entre 2009 e 2012, segundo o estudo Radar – Tecnologia, Produção e Comércio Exterior, divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O levantamento comparou os salários de profissionais admitidos em janeiro de 2009 com os vencimentos dos contratados em dezembro de 2012.

Leia também:

As dez carreiras de nível superior com maior expansão de vagas no Brasil

Médicos e engenheiros são profissionais com nível superior mais bem pagos

As oito carreiras técnicas com maior expansão de vagas no Brasil

Teste: descubra as carreiras que têm mais a ver com você

Continua após a publicidade

A maior diferença constatada é relativa ao posto de delegado, que apresentou queda de 64,4%. Em seguida, aparecem engenheiros ambientais, com -52,6%.

Os dados foram extraídos do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho. Os valores foram atualizados para preços de dezembro de 2012, segundo o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Dessa forma, excluiu-se o efeito da inflação no período.

Confira a seguir a lista das dez carreiras cujos salários iniciais sofreram maior redução:

Leia também:

Criação de empregos de 2012 é a pior dos últimos 3 anos

Maio tem menor criação de vagas para o mês desde 2003

Continua após a publicidade
Publicidade