Clique e assine a partir de 9,90/mês

Zuckerberg rebate críticas de CEO da Apple sobre dados

"Se quer construir um serviço que não serve apenas a pessoas ricas, então você precisa criar algo que as pessoas possam pagar", disse o criador do Facebook

Por Da redação - Atualizado em 2 abr 2018, 21h05 - Publicado em 2 abr 2018, 16h32

O diretor executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, rebatou as críticas feitas pelo CEO da Apple, Tim Cook, após uma consultoria ter conseguido acesso aos dados de 50 milhões de usuários. As declarações foram feitas em uma entrevista de Zuckerberg ao site americano Vox.

Questionado sobre o que faria se estivesse na mesma situação de Zuckerberg, o executivo da Apple respondeu: “Eu não estaria nessa situação” e argumentou que sua empresa vende produtos para os usuários, e não usuários para os anunciantes.

Nesta segunda-feira, Zuckerberg refutou as críticas. “Acho o argumento ‘se você não está pagando por uma coisa, nós não nos importamos com você’ completamente simplista e não alinhado com a verdade”, afirmou. “A realidade é: se você quer construir um serviço que ajuda as pessoas de todo o mundo a se conectarem, há muitas que não podem pagar por isso”, continuou.

O CEO também afirmou que ter anúncios é o único modelo racional que pode dar suporte a serviços como o Facebook. Ele ainda aproveitou para alfinetar Cook em relação ao preço dos produtos da Apple. “Se você quer construir um serviço que não serve apenas a pessoas ricas, então você precisa criar algo que as pessoas possam pagar.”

Continua após a publicidade

Zuckerberg citou o exemplo de Jeff Bezos, dono da Amazon. “Quando ele lançou o Kindle há alguns anos, disse: ‘Há empresas que trabalham duro para cobrar mais, e há empresas que trabalham duro para cobrar menos’.” Segundo o CEO do Facebook, a rede social está enquadrada no segundo exemplo.

Publicidade