Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Zona do euro ainda não superou totalmente crise da dívida, diz Merkel

Apesar disso, chanceler alemã reconhece progressos, como a volta do crescimento e uma queda nos níveis de desemprego

Por Da Redação 19 mar 2015, 13h58

A chanceler alemã, Angela Merkel, disse que a crise da dívida ainda não foi completamente superada. Apesar disso, acredita que a volta do crescimento e uma queda nos níveis de desemprego na zona do euro mostram o progresso alcançado no bloco.

“Mostramos o que pode ser alcançado com ações decisivas e solidariedade europeia, mas ainda não superamos a crise numa base sustentável para o longo prazo”, disse Merkel na Bundestag, câmara baixa do Parlamento alemão, antes de uma cúpula da União Europeia (UE) em Bruxelas.

Leia mais:

Zona do euro encerra 2014 com superávit comercial de € 194,8 bilhões

Alemanha rejeita pedido da Grécia para extensão de acordo de empréstimo

Merkel ainda fez comentários sobre a crise enfrentada pela Rússia. Segundo ela, a Europa não vai retirar as sanções impostas ao país pela crise na Ucrânia até que os termos do acordo de cessar-fogo sejam cumpridos.

“Nós não podemos e não iremos retirar as sanções que expiram em julho ou setembro até que as demandas do acordo de Minsk [capital da Bielorrúsia] sejam preenchidas. Isso seria errado”, disse. O acordo de Minsk foi assinado em setembro do ano passado e pretende por fim à guerra no leste da Ucrânia.

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade