Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Yahoo! anuncia corte de 14% da força de trabalho em reestruturação

O gigante americano da internet, Yahoo!, anunciou nesta quarta-feira que demitirá 2 mil funcionários (14% de seu quadro), justificando que essa é a mais simples e ágil maneira de ampliar os ganhos da companhia e reduzir seus custos.

“Estamos intensificando nossos esforços em nossos principais negócios e redistribuindo recursos para as nossas prioridades mais urgentes. Nosso objetivo é voltar a nossa meta principal, que é colocar nossos usuários e anunciantes em primeiro plano, e estamos nos movendo agressivamente para alcançar esse objetivo”, disse Scott Thompson, presidente-executivo do Yahoo!, através de um comunicado.

Segundo a empresa, será dada mais ênfase agora a personalização “profunda” dos usuários e ao retorno sobre o investimento para os anunciantes.

“As ações de hoje são um passo importante em direção a um Yahoo! novo e mais ousado – uma empresa menor, mais ágil, mais rentável e mais bem equipada para inovar com a mesma velocidade exigida por nossos clientes e nossa indústria”, disse Thompson.

A empresa disse que vai notificar cerca de 2.000 pessoas de que seus empregos foram eliminados ou serão no futuro. Não foram dados detalhes sobre as datas das demissões.

A empresa, há 17 anos no mercado, chegou a ter mais de 14.000 funcionários no final de 2011. Há também um grande número de trabalhadores terceirizados que também podem ser afetados.

Reportagens do mês passado sugeriram que o Yahoo! estava se preparando para demitir milhares de trabalhadores. O site da Dow Jones, All Things Digital, disse que o foco das demissões poderia ser a divisão de marketing e de pesquisa.

A empresa informou nesta quarta-feira que espera economizar US$ 375 milhões por ano a partir dos cortes de empregados.

“Com um foco claro na rentabilidade e crescimento, a empresa irá simplificar radicalmente como ela constrói, lança e mantêm muitas das suas propriedades e produtos”, disse.

Logo após o anúncio, as ações do Yahoo! subiam 0,3%, cotadas a 15,23 dólares, em meio a mercado global em queda.

Thompson, ex-diretor da empresa de pagamentos PayPal, tornou-se presidente-executivo no início de janeiro, depois de meses de turbulência no Yahoo!, incluindo impasses sobre a possibilidade de venda de bens valiosos da empresa na China e no Japão.

Duas semanas depois de Thompson ter sido recrutado, o co-fundador do Yahoo! e ex-presidente-executivo, Jerry Yang, renunciou ao conselho de administração. Algumas semanas mais tarde, o presidente e três outros diretores disseram que iriam renunciar, abrindo caminho para Thompson.

Enquanto isso, os ganhos da companhia também sofreram, o que irritou os acionistas.

O rendimento das operações subiu 3,5% em 2011 com relação a 2010, para US$ 800 milhões, mas o lucro líquido caiu 14,6%, para US$ 1,06 bilhão, e lucro por ação caiu de 90 para 82 centavos no período.