Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Warner Bros planeja demitir mil funcionários no mundo todo

Estúdio norte-americano precisaria reduzir custos, após rejeitar oferta de compra de US$ 80 milhões da Fox. Produções de cinema e televisão serão menos afetadas

A Warner Bros planeja desligar entre 900 e 1.000 funcionários em todo o mundo para reduzir custos, informou na quarta-feira a revista Variety. Investidores têm pressionado a Time Warner (controladora da Warner Bros) para reduzir custos, após a empresa rejeitar oferta de compra de 80 bilhões de dólares da 21st Century Fox. “Isto é uma questão de orçamento, não de pessoal”, disse a nova vice-presidente de comunicação corporativa da Warner Bros, Dee Dee Myers.

Leia mais:

Fox, de Rupert Murdoch, retira oferta pela Time Warner

Fox faz oferta de US$ 80 bi pela Time Warner, mas proposta é recusada

Os cortes serão oficializadas entre outubro e novembro e poderão envolver menos funcionários que o estimado. Fontes disseram à Variety que as áreas de marketing, distribuição e administração serão mais afetadas, enquanto as produções de cinema e televisão serão menos impactadas. O diretor-executivo da Warner Bros, Kevin Tsujihara, informou os colaboradores no ínicio de setembro que haveria demissões em todos os departamentos do estúdio. A maior onda de demissões da companhia aconteceu em 2009, com a saída de 800 trabalhadores.

(Com agência EFE)