Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Wall Street termina em forte queda, temendo default da Grécia

Wall Street terminou em queda nesta terça-feira, ante os temores dos investidores de que o referendo anunciado pelo primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreu, sobre o resgate de seu país provoque o default da Grécia.

Segundo cifras definitivas, o Dow Jones perdeu 2,48%, fechando aos 11.657,96 pontos, e o Nasdaq recuou 2,89%, para 2.606,96 pontos. Já o índice ampliado Standard and Poor’s 500 perdeu 2,79% (34,99 pontos) para 1.218,31 pontos.

Os mercados acionários do mundo todo mergulharam em uma nova onda de insegurança nesta terça-feira após o surpreendente anúncio de um referendo na Grécia, divulgado na segunda-feira à noite pelo primeiro-ministro grego, Georges Papandreu, que apostou sua última carta frente à forte oposição interna, mesmo com o risco de um calote de seu país.

Após a calmaria provocada pelos resultados da reunião europeia na última quinta-feira, que definiu um plano de desendividamento da Grécia, o anúncio de um referendo “pegou os mercados de surpresa e provocou um choque”, disse o IG Markets em Paris.

O mercado obrigatório terminou em alta, num sinal de aumento dos temores dos investidores. O rendimento do bônus do Tesouro à 10 anos retrocedeu a 2,001%, contra 2,175% na noite de segunda-feira. Já os títulos à 30 anos ficaram a 3,012%, contra 3,199% na véspera.

Na América Latina, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), fechou em queda de 1,74%.