Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Wall Street recupera confiança e fecha em alta

Por Spencer Platt 12 out 2011, 20h05

A Bolsa de Nova York fechou em alta nesta quarta-feira, com o mercado recuperando a confiança em uma solução das autoridades europeias sobre a crise da dívida no velho continente: Dow Jones ganhou 0,90% e Nasdaq, 0,84%.

O Dow Jones Industrial Average avançou 102,55 pontos, a 11.518,85 unidades, e o Nasdaq ganhou 21,70, a 2.604,73 unidades.

O índice ampliado Standard & Poor’s 500 subiu 0,98% ou 11,71 pontos, a 1.207,25.

“Uma onda de entusiasmo, gerada pelos progressos na Europa, está empurrando Wall Street para cima”, resumiu Sameer Samana, analista da Wells Fargo Advisors.

“Há uma verdadeira recuperação do otimismo”, destacou Lindsey Piegza, economista do FTN Financial. “Cada vez que a zona do euro se estabiliza um pouco mais, resulta positivo” para Wall Street.

Continua após a publicidade

Os mercados minimizaram o impacto do voto eslovaco contra a ampliação do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), atribuindo a decisão às divisões políticas internas e não a uma oposição fundamental à iniciativa.

Bratislava já anunciou a aprovação da ampliação do Fundo pelos deputados até a próxima sexta-feira.

Bruxelas também mostrou sua determinação aos mercados: a Comissão Europeia defendeu uma rápida recapitalização dos bancos diante da crise e a ampliação do FEEF até 2,5 trilhões de euros.

As principais Bolsas europeias terminaram no azul: o índice DAX de Frankfurt ganhou 2,21%, o Footsie-100 de Londres, 0,85%, o CAC 40 de Paris, 2,42%, o FTSE Mib de Milão, 2,93%, e o Ibex 35 de Madri, 2,05%

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos fechou a 2,226%, contra 2,160% na terça-feira, e o dos títulos a 30 anos foi a 3,214%, contra 3,111%.

Continua após a publicidade

Publicidade