Clique e assine com até 92% de desconto

Wall Street fecha estável

Por Spencer Platt 27 dez 2011, 19h16

A Bolsa de Nova York fechou praticamente estável nesta terça-feira, em uma sessão pouco animada após o feriado de Natal e em meio aos temores com a crise na Europa, apesar do progresso no índice de confiança dos consumidores americanos.

O Dow Jones Industrial Average recuou 2,06 pontos, a 12.291,35 unidades, e o índice tecnológico Nasdaq avançou 6,56 pontos ou 0,25%, a 2.625,20.

O índice Standard & Poor’s 500, mais representativo da tendência geral do mercado, fechou em alta de 0,10 ponto, a 1.265,43 unidades.

“O mercado está orientado para cima, mas o volume de negócios é muito fraco e não acontece grande coisa”, disse Peter Cardillo, da Rockwell Global Capital.

Para o analista, a atualidade econômica está dominada pela “boa surpresa” do índice de confiança dos consumidores do Conference Board, que atingiu em dezembro seu mais alto nível desde abril passado (64,5 pontos).

Esta estatística parece ter compensado a decepção por uma nova queda nos preços das residências em outubro (-0,6% em relação a setembro e -3,4% sobre o mesmo período do ano passado).

“Muitos agentes não estão (atuando no mercado devido às festas de final de ano) e o volume é muito baixo. É difícil tirar conclusões sobre o que ocorre”, disse Michael James, de Wedbush Securities.

Os investidores esperam com ansiedade o resultado das emissões de títulos do governo italiano nesta quarta e quinta-feira.

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos caiu a 2,009%, contra 2,030% na noite de sexta-feira. Os bônus a 30 anos fecharam em 3,039%, contra 3,064%.

Continua após a publicidade
Publicidade