Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Votorantim Cimentos suspende IPO de R$ 10,3 bilhões

Condições de mercado no Brasil e nos EUA não estão favoráveis em curto prazo, diz empresa

Por Da Redação 12 ago 2013, 13h16

A Votorantim Cimentos informa que encaminhou nesta segunda-feira à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e à U.S. Securities and Exchange Commission (SEC) o pedido de retirada do registro de oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ‘units’ (pacotes de ações ordinárias e preferenciais). De acordo com comunicado, a empresa entende que as atuais condições dos mercados brasileiro e americano não oferecem boa oportunidade para a retomada da oferta no curto prazo.

“O IPO segue nos planos da empresa e continuaremos monitorando de perto a evolução dos mercados, aguardando condições adequadas para retomada da oferta”, diz, em nota, o diretor vice-presidente de Finanças e de Relações com Investidores da Votorantim Cimentos, Lorival Luz.

Leia mais:

Votorantim Cimentos suspende o IPO até setembro

A oferta distribuiria 400 milhões de units, podendo ser aumentada em 15% (lote suplementar) e outros 20% (lote adicional), totalizando 540 milhões de papéis. A faixa de preço sugerida por ‘unit’ era de 16,00 a 19,00 reais. No teto dessa faixa, e incluindo os lotes extras, a Votorantim Cimentos poderia levantar até 10,26 bilhões de reais. No piso da faixa, e sem os lotes suplementar e adicional, o IPO seria de, no mínimo, 6,4 bilhões de reais.

Os coordenadores da oferta, com esforços de colocação no exterior, eram BTG Pactual, Credit Suisse, Itaú BBA, JPMorgan e Morgan Stanley.

(com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade