Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Volks pagará US$ 10 bi para encerrar ação por fraude nos EUA, diz jornal

Acordo foi fechado com cerca de 500 mil proprietários americanos que tiveram os motores de seus carros adulterados, segundo o diário 'The Wall Street Journal'

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2020, 21h05 - Publicado em 23 jun 2016, 19h03

A Volkswagen aceitou pagar mais de 10 bilhões de dólares para encerrar um processo movido por consumidores americanos ligado ao escândalo de manipulação das emissões de poluentes de seus veículos, informou nesta quinta-feira o jornal americano The Wall Street Journal.

A fraude veio à tona em setembro do ano passado. Segundo as denúncias das autoridades dos Estados Unidos, que afirmaram que a empresa manipulou o software de veículos com motores a diesel para falsificar os dados. Nos testes, o nível de poluentes que aparecia nos registros era menor do que o que de fato ocorria quando os carros iam para as ruas.

O escândalo se transformou em uma ação judicial na Califórnia. De acordo com o jornal, a Volkswagen chegou a um acordo para encerrar o caso com uma compensação bilionária, que beneficiaria 500.000 proprietários de veículos com motores modificados.

Ainda segundo o The Wall Street Journal, a montadora oferecerá a recompra dos veículos afetados ou sua reparação. Ela também se comprometeu com uma compensação adicional a cada proprietário de pelo menos 5.100 dólares. Em alguns casos, elas chegarão a 10.000 dólares.

A companhia também fará outros desembolsos vinculados ao caso, incluindo 4 bilhões de dólares para promover veículos que não gerem emissões de gases. O acordo será apresentado na próxima semana ao juiz responsável pelo caso.

(Com EFE)

Continua após a publicidade
Publicidade