Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vietnã reduz previsão de exportação de café em 2012

Por Ho Binh Minh

HANÓI, 6 Mar (Reuters) – O Vietnã, segundo maior produtor de café do mundo após o Brasil, deverá exportar 984.400 toneladas (16,4 milhões de sacas) em 2012, previu o Ministério da Agricultura nesta terça-feira.

A previsão indica uma queda de 18,3 por cento na comparação com a projeção anterior, de 1,205 milhão de toneladas. Os embarques cairão, segundo o governo, devido a baixas ofertas no país.

No mês passado, a Associação de Café e Cacau do Vietnã disse que a produção da colheita 2011/12 foi menor que o esperado anteriormente, e que chuvas atípicas deverão afetar safra 2012/13.

Apesar da previsão de menor oferta do maior produtor de café robusta do mundo, os futuros em Londres caíram nesta terça-feira.

Em março, as exportações de café do Vietnã podem cair para entre 120 mil e 130 mil toneladas, ou de 2 milhões a 2,2 milhões de sacas, após embarques estimados em 180 mil toneladas em fevereiro, disseram traders nesta terça-feira.

A queda da oferta do Vietnã pode estimular os compradores a mudarem para outras origens, à medida que a Indonésia, produtor rival, começa sua colheita.

Os preços da commodity indonésia continuam com prêmios ante os futuros em Londres.

“Os volumes de exportação este mês não vão ser tão altos como em fevereiro, em parte porque os produtores desaceleraram as vendas nos últimos dias, uma vez que os preços caíram e eles não estão pressionados a vender muito este mês”, disse um trader em Ho Chi Minh City.

Os preços domésticos do robusta recuaram para 39.900 dong (1,89 dólar) por kg na terça-feira, em Daklak, grande província produtora do país, ante a faixa de entre 39.300 e 39.500 dong da semana passada.

Os preços atingiram nível de 40 mil dong por kg no mês passado.

“Os produtores diminuíram as vendas depois de os preços caírem abaixo de 40 mil dong”, disse outro trader de companhia estrangeira em Ho Chi Minh City.

(US$1=20.820 dong)