Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vice-presidente da GM sabia de falha nos ‘airbags’

Documentos internos da montadora mostram que Doug Park sabia dos problemas dez anos antes do 'recall' de 2,6 milhões veículos anunciado em fevereiro

O atual vice-presidente da General Motors (GM), encarregado do Desenvolvimento de Produtos, Doug Parks, sabia da falha na peça de acionamento dos airbags dez anos antes do recall dos veículos afetados, segundo informações de documentos internos publicados na quinta-feira pelo Congresso norte-americano. O chefe de Engenharia do Chevrolet Cobalt, Ray DeGiorgio, em um e-mail de 20 de junho de 2005, também dá a entender que expôs o problema a Parks, na época engenheiro responsável pelo Cobalt.

O Chevrolet Cobalt é um dos modelos equipados com a peça defeituosa. Em fevereiro último a GM anunciou um recall de 2,6 milhões de Chevrolet Cobalt, Saturn Ion e Sky, Pontiac 5 e Solstice fabricados entre 2003 e 2011. O problema está associado a 54 acidentes e pelo menos treze mortes.

Leia mais:

GM anuncia recall do Camaro no Brasil e nos Estados Unidos

GM admite que atuou de forma ‘inaceitável’ ao ocultar defeito

GM recebe multa de US$ 35 milhões por recall tardio

No início de junho, uma investigação interna realizada pela GM inocentou diretores e concluiu que a montadora não estava ciente da falha mecânica até dezembro do ano passado. Com isso, a empresa demitiu quinze funcionários, engenheiros e advogados em sua maioria, e iniciou um procedimento disciplinar envolvendo outros cinco colaboradores.

As investigações do Departamento de Justiça, do Congresso e da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC, na sigla em inglês) continuam. Segundo um porta-voz da montadora, o advogado Ken Feinberg deve anunciar na segunda-feira a criação de um fundo de indenização para as vítimas. Em seguida, o caso deve chegar aos tribunais, que acumulam dezenas de denúncias contra a companhia. Um encontro entre os advogados das vítimas e um juiz de Manhattan também está previsto para acontecer em 11 de agosto.

Leia também:

GM diz que chave de ignição com defeito foi fabricada na China

GM anuncia recall de 3,36 milhões de carros nos Estados Unidos

Mais um recall – A Shanghai General Motors, joint venture entre a GM e a montadora chinesa SAIC Motor, anunciou o recall de 194.107 Buick Excelle GT, fabricados entre outubro de 2009 e julho de 2012 na China, após consumidores reclamarem sobre os faróis dos veículos.

A Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena informou nesta sexta-feira que a falha, em alguns casos, impede que o farol alto seja desligado. O órgão regulador acrescentou que vai monitorar a operação de perto e que pedirá novos recalls caso defeitos parecidos sejam encontrados em outros veículos. Uma porta-voz da GM na China confirmou o recall e disse que o incidente não faz parte das últimas convocações globais da montadora.

A GM atualmente enfrenta uma série de problemas de segurança que resultaram no recall de 20 milhões de veículos. A presidente-executiva da empresa, Mary Barra, ainda afirma que novos recalls podem ocorrer.

(com agência Reuters e France-Presse)