Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vestas fecha fábrica na China diante de menor demanda

COPENHAGE, 25 Jun (Reuters) – A Vestas, maior produtora mundial de turbinas eólicas, está fechando uma fábrica na China e cortando até 350 postos de trabalho, disse a companhia dinamarquesa nesta segunda-feira, três dias após ter desistido de construir uma unidade no Reino Unido por causa da demanda baixa.

Outrora menina-dos-olhos dos investidores, o setor de energia renovável está sofrendo com o desaquecimento da economia global, já que cortes nos gastos dos governos e menores estimativas de crescimento atingiram a energia eólica e outras fontes renováveis.

O fechamento da fábrica de Hohhot, que entrega turbinas pequenas, resultará em 300 a 350 demissões e vai gerar uma economia anual de 10 milhões de euros (12,54 milhões de dólares), segundo a Vestas.

Isso a deixa com cerca de 2,6 mil empregados na China, divididos em duas bases de produção -Tianjin e Xuzhou- e dois escritórios -Pequim e Xangai.

Na sexta-feira, a companhia desistiu dos planos de construir uma fábrica no Reino Unido que aumentaria a produção de turbinas e geraria 2 mil empregos diretos e indiretos.

A Vestas informou que não recebeu uma única encomenda da turbina que iria construir na fábrica que estava planejada para o Reino Unido.

(Por Mette Fraende)