Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vendas no comércio recuam 0,2% em abril, informa IBGE

Trata-se da 1ª queda em um ano. Número já aponta desaceleração econômica

Por Da Redação 10 jun 2011, 10h01

O volume de vendas no varejo brasileiro caiu 0,2% em abril sobre março – a primeira queda em um ano, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número já mostra, na avaliação do instituto, os primeiros sinais da desaceleração econômica. Na comparação anual, a alta nas vendas é de 10%.

O número está dentro das previsões de analistas, que esperavam um resultado entre 1,2% e – 0,5%. Até abril, as vendas do setor acumulam alta de 7,6% no ano e de 9,5% nos últimos 12 meses.

Na comparação mensal, os destaques foram as vendas de veículos e motos (partes e peças), e móveis e eletrodomésticos, com alta de 1,7%. Entre os itens que impulsionaram a queda estão tecidos, vestuário e calçados, com volume de vendas em queda de 3,2%, e equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, com recuo de 13,6%.

Já as vendas de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, que contribuem com 51% da formação da taxa de varejo, tiveram queda de 0,2% em relação a março, mas aumentaram 10,4% na comparação anual.

O comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e mais as vendas de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, registrou crescimento tanto para o volume de vendas (1,1%) quanto para a receita nominal (0,4%), na comparação mensal.

Vale ressaltar que, apesar do aumento mensal de 1,7% nas vendas de veículos, já se desenha uma desaceleração. O mesmo dado em abril de 2010 apresentou oscilação de 15,5%.

Vendas no varejo recuam em abril

Queda de 0,2% em relação a março evidencia tendência de desaquecimento na economia

  • ABR

    2010 166,91

    -0,42%

  • MAI

    2010 167,64

    0,43%

  • JUN

    2010 169,66

    1,20%

  • JUL

    2010 170,58

    0,54%

  • AGO

    2010 173,41

    Continua após a publicidade

    1,60%

  • SET

    2010 174,16

    0,43%

  • OUT

    2010 174,42

    0,14%

  • NOV

    2010 175,67

    0,71%

  • DEZ

    2010 176,04

    0,21%

  • JAN

    2011 178,25

    1,25%

  • FEV

    2011 178,83

    0,32%

  • MAR

    2011 180,9

    1,15%

  • ABR

    2011 180,7

    -0,20%

Fonte: IBGE

Continua após a publicidade
Publicidade