Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vendas de carros recuam 17% em junho, aponta Fenabrave

Entidade revisa projeções de vendas para este ano, com previsão de piora no setor automotivo para os todos os segmentos

As vendas de automóveis e comerciais leves somaram 250.665 unidades em junho, o que representa uma queda de 9,81% ante maio e de 17,24% ante igual período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No acumulado do ano até junho, foram comercializadas 1.582.634 unidades de automóveis e comerciais leves, recuo de 7,33% sobre o acumulado de janeiro a junho de 2013.

Já as vendas de caminhões e ônibus totalizaram 12.938 unidades em junho, queda de 16,3% em relação a maio e de 17,68% em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado de 2014 até junho, as vendas de caminhões e ônibus atingiram 80.269 unidades, recuo de 11,96% sobre o acumulado de janeiro a junho de 2013.

Se forem somados automóveis e comerciais leves, caminhões e ônibus, motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos emplacados, o total de veículos comercializados em junho de 2014 chegou a 385.279 unidades, baixa de 12,45% ante as 440.074 unidades de maio e de 16,97% ante as 464.044 unidades de junho de 2013. No acumulado de 2014 até junho, as vendas totais de veículos somaram 2.491.887 unidades, queda de 6,54% sobre igual período do ano passado.

Leia também:

Vendas caem e montadoras reveem projeções para 2014

Governo mantém alíquotas reduzidas do IPI de veículos até fim do ano

Proteção tira produtividade do setor automotivo

Projeção – A Fenabrave revisou as projeções de vendas para este ano, com previsão de piora no setor automotivo para os todos os segmentos. A entidade espera uma queda de 7,75% nas vendas de automóveis e comerciais leves em relação a 2013, com a comercialização de 3.298.633 unidades. A estimativa anterior era de queda de 3,5% e venda de 3.450.800 unidades. A expectativa também é de recuo de 14,07% nas vendas caminhões e ônibus, para 164.397 unidades, na mesma base de comparação. Até o mês passado, a projeção era de alta de 1,63% nos emplacamentos do segmento, com um total de 194.436 unidades.

Considerando a projeção para o total de unidades emplacadas no país, automóveis e comerciais leves, caminhões e ônibus, motocicletas, implementos rodoviários, máquinas agrícolas e outros veículos, a Fenabrave prevê queda de 6,48%, para 4.940.842 unidades. A estimativa anterior era de queda de 3,6%, com a venda de 5.092.747 unidades.

Leia também:

Governo estuda reduzir IPI de carro flex que consome menos etanol

Mantega diz que setor automotivo tem de ‘andar com as próprias pernas’

(com Estadão Conteúdo)