Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Vendas de ares-condicionados saltam 323% em SP

Onda de calor atípica impulsiona comércio também de ventiladores e climatizadores em setembro

Por Da Redação 17 out 2014, 14h13

As altas temperaturas que atingem, especialmente, as regiões Sudeste e Centro-Oeste têm impulsionado as vendas de ventiladores, climatizadores e ares-condicionados no Estado de São Paulo. Segundo o site comparador de preços Zoom, em 300 lojas on-line (que respondem por 90% do varejo virtual), a procura por ares-condicionados e ventiladores saltaram 323% e 54%, respectivamente, em setembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. O levantamento foi publicado pelo jornal Folha de S. Paulo.

Leia mais:

Calor e falta de umidade se mantêm até a próxima semana, dizem especialistas

Calor bate recorde no RJ e põe SP em alerta

Além disso, nos últimos 15 dias, Casas Bahia e Ponto Frio dobraram as vendas desses produtos: outro dado que comprova que os consumidores estão adiantando as compras para aproveitar preços mais baixos e evitar problemas de desabastecimento. Para o presidente do departamento nacional de instalação e manutenção da Associação Brasileira de Refrigeração (Abrava), Arnaldo Parra, se as temperaturas continuarem acima de 30º, a dificuldade para encontrar os aparelhos pode aumentar. “As empresas do ramo não tiveram um desenvolvimento expressivo para atender (no início do próximo ano) a uma demanda parecida com a de 2014.”

Continua após a publicidade

Publicidade