Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Valor de mercado da Apple ultrapassa o de todas as companhias abertas do Brasil

Segundo levantamento da Economatica, valor de mercado da Apple, de US$ 713,8 bilhões, supera, com folga, os US$ 684,5 bilhões de empresas nacionais

O valor de mercado da Apple na Bolsa de Nova York, que fechou o pregão desta quinta-feira em 713,8 bilhões de dólares, supera, com folga, a soma de todas as empresas brasileiras de capital aberto, em 684,5 bilhões de dólares. O levantamento foi divulgado pela consultoria Economatica, nesta sexta-feira.

“No ano de 2015 o valor de mercado das empresas brasileiras teve queda de 414,1 bilhões de dólares e a Apple no mesmo período crescimento de 141,4 bilhões de dólares”, diz a consultoria, em nota. Um dos motivos para a redução do valor de mercado das empresas brasileiras é a valorização dólar, que acumula alta de 23% este ano.

“Se analisarmos o desempenho através da rentabilidade sobre o patrimônio verificamos que a mediana de todas as empresas brasileiras foi de 6,4% e o da Apple foi de 41,1%”, acrescenta.

De acordo com o estudo, no início da amostra, em dezembro de 2002, o valor de mercado da Apple era de 5,1 bilhões de dólares contra 112,6 bilhões de dólares das empresas brasileiras.

Em 2011, empresas brasileiras de capital aberto com ações na BMF&Bovespa chegaram a atingir um pico de 1,59 trilhão em valor de mercado.

Leia mais:

Petrobras perde R$ 13,9 bilhões em valor de mercado em um dia

Executiva da Apple é a mulher mais bem paga dos EUA

Ranking – Ainda de acordo com dados desta quinta, organizados pela Economatica, a Ambev segue no topo da lista de empresas brasileiras com maior valor de mercado (92,1 bilhões de dólares). Em seguida, aparecem Unibanco (US$ 51,7 bilhões), Petrobras (US$ 42,9 bilhões), Bradesco (US$ 40,4 bilhões) e Vale (US$ 25,4 bilhões).

(Da redação)