Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vale:não há previsão para retomar linha de ferro Carajás

Por AE

São Paulo – A Vale informou, por meio de sua assessoria de imprensa no Maranhão, que não há previsão para retomada da operação da Estrada de Ferro Carajás, da mineradora. Segundo nota oficial da companhia, a interrupção deve-se a um acidente numa ponte ferroviária, que aconteceu na noite de sexta-feira. A estrutura metálica de uma ponte ferroviária em construção cedeu no Km 142 da Estrada de Ferro Carajás, no município de Vitória do Mearim, por volta das 20 horas. Segundo a Vale, 15 empregados da empresa contratada responsável pela obra trabalhavam na ponte.

Dos envolvidos na ocorrência, sete tiveram ferimentos leves e foram socorridos pela ambulância do próprio canteiro da obra e encaminhados para o hospital da cidade, tendo recebido alta médica logo em seguida.

A nota oficial divulgada pela Vale informa que engenheiros e técnicos que atuam na construção estão no local avaliando as possíveis causas da ocorrência, mas não fornece qualquer previsão para retomada na linha de trem de Carajás.

O Trem de Passageiros, que partiria às 8 horas de sábado da Estação de São Luís, em direção a cidade de Parauapebas, no Pará, teve sua viagem cancelada. A companhia informou que todos os passageiros que adquiriram bilhetes de viagem terão seu dinheiro devolvido ou suas viagens remarcadas.

A Estrada de Ferro Carajás conecta as minas de ferro de Carajás, no Estado do Pará, ao Terminal Portuário de Ponta da Madeira, no Maranhão. Pela ferrovia são transportados minério de ferro, ferro-gusa, manganês, cobre, combustíveis e carvão. A Vale não informou o impacto da interrupção da ferrovia sobre o escoamento da produção da empresa.