Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Vale negocia acesso de supercargueiro à China

De acordo com informações de um executivo da Vale, enquanto acontecem as negociações com a China, a empresa está operando em Omã e Malásia

Por Da Redação 8 fev 2012, 08h55

A mineradora brasileira Vale está em negociação para obter acesso à China para seus supercargueiros, também chamados de Valemax, afirmou o diretor de estratégia global de compras da Vale, Paulo Couto, durante conferência do setor na Cidade do Cabo, na África do Sul. A empresa planeja ao mesmo tempo usar a atual frota para alimentar seus centros de distribuição em Omã e Malásia.

“Nós ouvimos que a relutância da China em aceitar os navios está sendo negociada”, disse o executivo. Couta também revelou que, atualmente, a Vale está usando os navios em Omã, onde há uma unidade de pelotização e um centro de distribuição para realizar as operações. A Vale também está usando os navios como parte do centro de distribuição que a empresa está construindo na Malásia, acrescentou o executivo.

Leia mais:

China determina limites a supercargueiros da Vale

Os navios Valemax, também conhecidos como VLOC ou supercargueiros, são capazes de transportar 400 mil toneladas de minério de ferro. No entanto, o modelo não conseguiu obter acesso aos portos da China. Alguns analistas disseram que o país pode estar relutante em permitir que a mineradora transporte minério de ferro por meio dessas embarcações porque isso poderá dar à maior produtora do mundo da commodity mais poder de precificação no mercado de minério de ferro chinês.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade