Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Vale assume perda de R$ 1,1 bilhão para governo

Companhia admite perda da tese de dedução de transporte da base de cálculo da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM)

logo da Exame.com logo da Exame.com

logo da Exame.com (/)

Nesta terça, a Vale anunciou que irá provisionar 1,1 bilhão de reais referentes à “perda da tese de dedução de transporte da base de cálculo da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM)”, como informou a mineradora em comunicado aos investidores. A CFEM incide sobre o faturamento das empresas de mineração.

Na prática, o governo cobra descontos realizados pela empresa no recolhimento de royalties nos últimos anos, com gastos com seguro e transporte. As deduções estavam no foco da batalha travada entre a Vale e o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM).

Para o DNPM, o preço do minério de ferro que serve como parâmetro para o recolhimento do imposto deve refletir os valores praticados na venda final. Na visão do órgão, no entanto, os números apresentados pela Vale teriam considerado a negociação interna entre subsidiárias e clientes, elegendo uma base que seria mais barata.

Agora, o montante de 1,1 bilhão se juntará aos 314 milhões de reais já reservados pela Vale e indicados na demonstração contábil do fim de junho, que significa que as perdas com provisões serão significativamente mais altas no balanço do terceiro trimestre.