Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

UTC suspende atividades e tenta renovar contrato com Petrobras

Empresa presta serviços de manutenção de em 17 plataformas de petróleo na Bacia de Campos

Por Da Redação
Atualizado em 4 jun 2024, 19h32 - Publicado em 10 jul 2017, 16h01

A UTC, investigada na Operação Lava Jato, suspendeu as atividades na Bacia de Campos, no litoral fluminense. O motivo, segundo a empresa, é que a Petrobras não renovou os contratos de manutenção para plataformas de petróleo.

“Se a decisão da estatal for mantida [de não aditar os contratos], a empresa terá que implantar um plano de desmobilização de seu contingente no local”, informa a UTC.

A empresa emprega cerca de 4.000 funcionários na Bacia de Campos, onde presta serviços em 17 plataformas de petróleo – P18, P19, P20, P26, P33, P35, P37, P50, P52, P54, P55 e P62. Segundo a coluna Radar-Online, as demissões de 2.000 trabalhadores começam hoje.

O clima entre os funcionários é de apreensão. Nos últimos dias circularam rumores de que a companhia não teria dinheiro para arcar com as rescisões contratuais.

Continua após a publicidade

Em nota, a UTC informa que continua tentando renovar o contrato de manutenção de plataformas com a Petrobras. “A companhia informa ainda que está e sempre esteve à disposição da Petrobras para encontrar uma solução que minimize o impacto social de tal medida.”

A construtora assinou hoje acordo de leniência com a Controladoria-Geral da União (CGU) e a Advocacia-Geral da União (AGU) em que se compromete a pagar 500 milhões de reais de multa em ressarcimento aos cofres públicos.

Ricardo Pessoa, dono da UTC e um dos delatores, confirmou que participava de um cartel de empresas que fraudavam licitações da Petrobras e que pagou propina a ex-diretores em contratos obtidos com a estatal.

Procurada pela reportagem, a Petrobras ainda não se manifestou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.