Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Unigel culpa crise por não abertura de capital em 2011

Por André Magnabosco

São Paulo – O plano da Unigel de abrir o capital (IPO, na sigla em inglês) em 2011 foi postergado devido ao momento adverso da economia mundial, informou hoje o presidente da companhia, Henri Slezynger. Sem dar projeções de cronograma, o executivo destacou que o mercado definirá essa data.

Em maio, Slezynger disse que o antigo projeto da companhia de abrir o capital sairia do papel até o final de 2011. O agravamento da crise econômica mundial nos meses seguintes, entretanto, congelou o projeto, assim como o de várias outras empresas. De acordo com a BM&FBovespa, entre 40 e 45 empresas estão com a abertura de capital engatilhada, à espera de um momento mais propício para a emissão de ações.

Em contrapartida à indefinição do prazo para a realização do IPO, o plano da Unigel de construir uma fábrica de metacrilato no México permanece inalterado. O projeto, avaliado em aproximadamente US$ 400 milhões, prevê uma linha de produção de 100 mil toneladas de metacrilato por ano e 50 mil toneladas anuais de cianeto de sódio, insumos utilizados na produção de acrílico e na exploração de ouro, respectivamente. A unidade deverá entrar em operação em 2014.