Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

UE está à beira do abismo, avalia ex-liderança do bloco

Para Jacques Delors, ações anticrise são insuficientes e o euro pode sucumbir

Por Da Redação 18 ago 2011, 07h38

Na opinião do ex-presidente da Comissão Europeia Jacques Delors, o euro e a União Europeia estão à beira do abismo. Em artigo publicado nesta quinta-feira no jornal belga Le Soir e no suíço Le Temps, Delors afirmou que a reação das autoridades do bloco diante da crise econômica foi insuficiente.

“Vamos abrir os olhos: o euro e a Europa estão à beira do abismo. E para não cairmos, a opção me parece simples: ou os estados membros aceitam reforçar a cooperação econômica que sempre reclamaram ou dão maiores poderes à União”, diz o texto.

Para Delors, que presidiu o bloco entre 1985 e 1994, a reunião de terça-feira entre o presidente francês Nicolas Sarkozy e a chanceler alemã Angela Merkel, “nas condições atuais, não servirá para nada”.

Delors, uma referência do projeto de construção europeia, também qualifica a eventual criação de um cargo de ministro das Finanças da zona euro de “acessório extravagante” e propõe transformar parte das dívidas públicas nacionais em dívida comum, por valores que podem chegar a até 60% do PIB de cada estado.

(Com agências France-Presse e EFE)

Continua após a publicidade

Publicidade