Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turismo recorde oferece alívio para recessão em Portugal

LISBOA, 13 Fev (Reuters) – Portugal viu um turismo recorde no ano passado, elevando as receitas dos hotéis para seus níveis mais altos desde 2008 em um sinal positivo para a economia endividada e atingida pela recessão, mostraram dados na segunda-feira.

Enquanto a recessão fez com que alguns hotéis e restaurantes oferecessem descontos para atrair turistas, os preços dos hotéis subiram em média cerca de 4 por cento no ano passado.

O número de visitantes estrangeiros nos hotéis portugueses aumentou para 7,44 milhões, superando o recorde de 2008 que foi de 7,12 milhões, e nove por certo acima de 2010, mostraram os números divulgados pelo Instituto Nacional de Estatísticas.

As receitas dos hotéis aumentaram quase 6 por cento desde 2010 para cerca de 1,91 bilhão de euros (2,52 bilhões de dólares), apesar de uma queda de quase 8 por cento em dezembro, mas ficou aquém de um recorde de 1,96 bilhão de euros estabelecido em 2008, quando começou a desenrolar a crise da economia mundial.

Portugal está atolado em sua pior recessão desde os anos 1970, enquanto o governo está implementando medidas duras de austeridade sob um resgate da UE e do FMI de 78 bilhões de euros. Como resultado, muitos portugueses estão optando por ficarem em casa nos feriados em vez de viajar para o exterior, para economizar.

O número total de visitantes em hotéis, incluindo viajantes locais, subiu para 14,1 milhões -também um recorde- com relação aos 13,6 milhões do ano passado. Os visitantes também passaram 6 por cento de tempo a mais nos hotéis, ou 2,8 noites em média.

A receita total de turismo, incluindo hotéis, é responsável por cerca de 10 por cento do produto interno bruto de Portugal.

(Reportagem de Andrei Khalip)