Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Turismo em Paris caiu até 30% após atentados

O turismo em Paris, a cidade mais visitada do mundo, registrou uma redução entre 20% e 30% após os atentados terroristas de 13 de novembro, que deixaram 130 mortos, segundo relatório divulgado nesta quarta-feira pelo Escritório de Turismo e de Congressos de Paris. O volume de diárias nos hotéis parisienses caiu 24% em média na semana seguinte aos ataques. Na semana anterior, esse mesmo número havia crescido 2,4%.

Mas a atividade parece estar se recuperando, com uma tendência de leve melhora. Depois de uma queda de 28% no sábado passado, o indicador reduziu o ritmo de baixa entre domingo e segunda-feira para 12%, acrescentou o escritório.

A comparação entre os dois atentados ocorridos na cidade – o ataque ao jornal satírico Charlie Hebdo, no início do ano, e o de 13 de novembro – mostra que a queda na ocupação no mesmo dia dos ataques foi de 0,3 ponto em janeiro e de 20,8 pontos nos episódios mais recentes. Quatro dias após cada massacre, os números voltaram a ser maiores.

As reservas de voos foram canceladas em massa imediatamente apòs os atentados. Os cancelamentos após os ataques de novembro cresceram 21% em comparação com a mesma semana de 2014.

Para o período de festas de fim de ano já havia sido percebida, antes do atentado, uma queda de 2% nas reservas em relação a 2014. Após 13 de novembro, a baixa se acentuou até alcançar 13%. O relatório faz a ressalva de que essas estimativas não incluem as reservas de última hora.

Leia mais:

EUA emitem alerta mundial de viagem por risco de terrorismo

Bolsas de Istambul e Moscou lideram quedas no mundo após abate de caça russo

(Com EFE)