Clique e assine a partir de 9,90/mês

Toyota e GM anunciam recalls no Brasil e no mundo

GM convocou 5 mil unidades do Trailblazer no 13º recall da montadora no país, enquanto Toyota convocou 1 milhão de veículos em todo mundo

Por Da Redação - 15 out 2014, 14h00

A Toyota anunciou o recall de 1,67 milhão de veículos em todo mundo, por defeitos no cilindro mestre do freio e no sistema de combustível. Já a General Motors (GM) anunciou o recall de 5.777 unidades do utilitário-esportivo Trailblazer, modelos 2013, 2014 e 2015, por defeitos no cinto de segurança da terceira fileira dos bancos. Trata-se do 13º recall da montadora norte-americana no país este ano.

O recall da Toyota inclui os modelos Crown Majesta, Crown, Noah, Voxy, Corolla Rumion e Auris, além de outros doze modelos da divisão de veículos de luxo da montadora Lexus. Os veículos podem apresentar problemas no cilindro mestre, com risco de prejudicar o funcionamento do freio, ou no sistema de combustível, com risco de incêndio.

Leia mais:

Chrysler anuncia recall de mais de 184 mil SUVs

Continua após a publicidade

Toyota anuncia recall de 20 mil veículos

Honda anuncia recall de 63.200 veículos por defeito em airbag

São alvos da campanha 802 mil veículos, fabricados entre junho de 2007 e junho de 2012, para a substituição de um anel de borracha no cilindro mestre do freio para evitar o vazamento do fluido de freio.

Também foram convocados cerca de 759 mil veículos, fabricados entre 2005 e 2010, para o conserto de mangueiras de combustível. Na pior das hipóteses, o defeito nas mangueiras pode levar a vazamento de combustível e incêndio. No Japão, outros 190 mil veículos, fabricados entre outubro de 2006 e outubro de 2014, precisarão passar por revisão no controle de emissões de evaporação de combustível.

Continua após a publicidade

A Toyota já havia convocado em abril 6,39 milhões de veículos em todo mundo – segundo maior recall da história da montadora. Dois meses depois, a companhia fez outra campanha que abrangia quase 2,3 milhões de veículos por defeitos nos sistemas de enchimento de airbags que também prejudicaram outras montadoras.

Leia também:

GM faz recall de mais de 500 mil carros por causa de peças frouxas

GM começa a indenizar vítimas de acidentes causados por defeitos em carros

Continua após a publicidade

GM anuncia recall de Chevrolet Omega

GM – As treze campanhas realizadas pela GM até o momento envolveram 295,1 mil veículos, quase nove vezes mais que os 33,2 mil veículos convocados no mesmo período do ano passado. A montadora tem adotado medidas preventivas, depois de um defeito na chave de ignição de alguns modelos resultar na morte de vinte pessoas nos Estados Unidos. Como consequência, o número de recalls da companhia tem aumentado em todo o mundo.

Outras montadoras também tem adotado a estratégia de prevenção. Considerando todas as marcas de fabricantes e importadores presentes no Brasil, desde janeiro 914,8 mil veículos foram chamados para voltar às concessionárias para correção de defeitos de fábrica. O número, que não inclui motocicletas, supera em 70% a quantidade de veículos convocados no mesmo período do ano passado.

(Com agência France-Presse, agência Reuters e Estadão Conteúdo)

Publicidade