Clique e assine com até 92% de desconto

Toyota anuncia 3º recall em três meses

Desta vez, a empresa vai verificar e consertar os airbags de mais de 1 milhão de veículos Corolla e Corolla Matrix no mundo

Por Da Redação 30 jan 2013, 09h16

A Toyota Motor anunciou nesta quarta-feira que fará recall de 1,1 milhão de veículos em todo o mundo, incluindo 752 mil modelos Corolla e Corolla Matrix nos Estados Unidos para consertar os airbags que podem ser acionados inadvertidamente.

Os problemas com airbags causaram ferimentos leves, como escoriações em 18 casos que foram informados, afirmou o porta-voz da montadora, Naoto Fuse. Dois acidentes foram reportados por pessoas fora do Japão, embora a Toyota não os tenha confirmado.

Um chip no controle do airbag pode não funcionar adequadamente quando recebe interferência elétrica de outras partes do carro, acionando o airbag sem necessidade, disse o porta-voz. A Toyota vai adicionar um filtro de sinal elétrico ao módulo de controle do airbag nos veículos convocados ao recall.

O porta-voz não quis revelar os custos da operação. Separadamente, a montadora fará recall de 385.000 modelos Lexus IS e suas séries, incluindo 270.000 Lexus IS nos EUA, por problemas no limpador.

Leia também:

Toyota desbanca GM e retoma liderança mundial de vendas

Continua após a publicidade

Hyundai anuncia recall do Veloster

De novo – No fim de novembro de 2012, a Toyota anunciara recall de 160.000 picapes de médio porte Tacoma fabricadas entre 2001 e 2004, considerando que o clima frio nos Estados Unidos e no Canadá poderia levar o estepe a cair. Dois acidentes foram relatados à Toyota envolvendo veículos que seguiam modelos Tacoma, sem deixar feridos, segundo um porta-voz da Toyota. O recall envolvia 150.000 veículos originalmente vendidos em 20 estados de clima frio dos EUA e 10 mil vendidos no Canadá, segundo a montadora.

Mas, ainda em novembro, a montadora japonesa também havia anunciado um recall de 2,77 milhões de carros em todo o mundo, incluindo alguns na América Latina, por problemas da bomba de água de modelos híbridos e de uma peça na coluna de direção. Em outubro, a Toyota já havia anunciado um recall de quase 7,5 milhões de veículos.

(com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade