Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Total de famílias com dívida é o mais baixo em 14 meses

Por Da Redação 29 ago 2011, 14h39

Por Circe Bonatelli

São Paulo – O porcentual de famílias endividadas na cidade de São Paulo caiu de 47,3% em julho para 45,1% em agosto, segundo pesquisa divulgada hoje pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). Em números absolutos, 1,62 milhão de famílias tinham algum tipo de dívida em agosto, o menor patamar desde junho de 2010.

A Fecomercio-SP considera endividada aquela família que possui contas ou dívidas contraídas com cheque pré-datado, cartão de crédito, carnê de lojas, empréstimo pessoal, compra de imóvel e prestação de carro e de seguros. Na avaliação da entidade, a redução no nível de endividamento é resultado do nível alto de emprego e do consequente aumento da renda familiar.

A pesquisa também mostra queda no porcentual de famílias paulistanas com contas atrasadas em agosto na comparação com julho. No período, o recuo foi de 15% para 12%. Em paralelo, o porcentual de famílias que afirmou não ter condições de pagar suas dívidas caiu de 6,0% para 5,5%.

Perfil da dívida

Em agosto, 30,3% dos paulistanos afirmaram estar comprometidos com dívidas por mais de um ano, 23,8% de três a seis meses, e 21,4% por menos de três meses. A parcela da população que comprometeu entre 11% e 50% de sua renda mensal é de 58,3%, enquanto 17,3% comprometeram menos de 10% da renda familiar, e 18,8% comprometeram mais de 50%.

Entre os consumidores com contas em atraso, 51,8% têm atrasos há mais de 90 dias, 23,1% têm contas atrasadas por até 30 dias e 21,6% do total de famílias estão com dívidas atrasadas entre 30 e 90 dias.

A principal razão das dívidas é o cartão de crédito: 71,2% dos paulistanos têm alguma dívida devido às compras pagas com cartão. A participação dos carnês é de 23,2%, enquanto a do crédito pessoal é de 10,1%.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)