Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tombini quer desburocratizar BC para reduzir custos

Lançado nesta terça, o programa Otimiza BC visa melhorar os processos e fluxos de informação com os bancos

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, anunciou nesta terça-feira um conjunto de medidas para aumentar a eficiência do órgão, reduzir a burocracia e cortar custos do sistema financeiro nacional. Segundo ele, o programa batizado de Otimiza BC é um pontapé inicial a um projeto importante da autoridade monetária. De acordo com Tombini, um dos focos do programa é a avaliação permanente para reduzir custos tanto relacionados a questões internas do BC quanto das instituições que compõem o sistema financeiro, ou seja, os bancos.

Ele afirmou que o BC melhorará os novos processos e fluxos de informação com os bancos – o que poderá ajudar a reduzir custos das próprias instituições, já que sua interface com o BC se tornará, em tese, mais eficiente. De vigência imediata, as medidas anunciadas por Tombini são a eliminação da obrigatoriedade do documento de informações financeiras trimestrais (IFT), redução de 40% dos códigos de classificação das operações de câmbio, redução do número de tarifas do sistema de transferência de reservas, modernização do sistema de transferências em reais, novo regulamento de comunicação de dados no sistema financeiro nacional e a extinção do manual de normas e instruções.

O programa será coordenado pela secretaria executiva do BC. A segunda linha de ação, disse Tombini, é o novo modelo de governança de operação. O presidente informou que será criado um comitê de governança da informação que terá como objetivo autorizar e avaliar novos pedidos de informação a ser solicitada pelo sistema financeiro.

Leia também:

BC reduz multas de bancos, mas eleva condenações de executivos

Tombini salientou que solidez tem sido a marca do sistema financeiro nacional. Essa solidez, segundo ele, é feita com regras prudenciais rigorosas.

Ele destacou que o novo programa reduz o custo de sistemas com impacto positivo para toda a sociedade. Tombini assegurou ainda que o programa não afeta a capacidade do BC. Pelo contrário, afirmou, melhora a capacidade de informações com “reforço adicional”.

Tombini afirmou ainda que o BC tem adotado ações permanentes de aperfeiçoamento no arcabouço regulatório para assegurar um sistema financeiro sólido e eficiente. Ele acrescentou que o programa elimina informações redundantes e que não são mais eficientes.

(Com Estadão Conteúdo)