Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Tombini: objetivo maior do BC é estabilidade monetária

Por Da Redação 29 set 2011, 11h09

Por Ricardo Leopoldo, enviado especial

Curitiba – O presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, afirmou hoje que o cenário da economia global tem exigido atenção do governo e do BC. Na abertura do 22º Congresso Nacional de Executivos de Finanças em Curitiba, ele ressaltou que o País está bem preparado para enfrentar eventuais dificuldades que poderão ocorrer com desdobramentos da crise financeira internacional.

“O objetivo maior do BC é estabilidade monetária”, frisou. “A política fiscal tem trazido peso da dívida em relação ao PIB em níveis menores, o que também proporcionou a redução do risco País”, disse.

Na palestra, Tombini ressaltou que o tripé da política econômica, que é constituído pelo sistema de metas de inflação, câmbio flutuante e política fiscal rigorosa, foi reforçado pela acumulação de reservas, que estão hoje em US$ 350 bilhões.

Segundo ele, o fator de o governo ter se tornado credor externo líquido agregou mais robustez à economia nacional, o que permitiu em 2008 a implementação de medidas anticíclicas para conter os efeitos da crise mundial naquele ano sobre o Brasil.

O presidente do BC destacou que a boa condução da política macroeconômica nos últimos 10 anos permitiu a melhora dos índices sociais e de bem estar da população, pois permitiu que 25 milhões deixassem a condição de pobreza. “Sem estabilidade macro, não é possível estabilidade social”, disse. Por outro lado, ele também enfatizou que os níveis de regulação e supervisão do sistema financeiro no Brasil permitiu que fossem mitigados os impactos da recessão mundial de 2008 sobre o Brasil.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)