Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tombini: inflação mostrou resistência maior do que esperado

Presidente do BC comentou o dado do IPCA divulgado nesta sexta-feira

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta sexta-feira que a inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2013 mostrou resistência “ligeiramente acima” do esperado, mas ressaltou que o indicador fechou dentro da meta, que varia de 2,5% a 6,5%. Segundo ele, isso ocorreu, “em grande medida”, devido à depreciação cambial, aos custos originados no mercado de trabalho e às recentes pressões no setor de transportes.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IPCA fechou 2013 com alta de 5,91%, acima do esperado por analistas (5,74%) e do valor registrado no ano anterior (5,84%), frustrando o objetivo final do governo.

Depois do resultado da inflação de dezembro e do dado fechado do ano, cresce no mercado de juros a chance de alta de 0,5 ponto porcentual na Selic este mês. Se for confirmada, a taxa básica Selic passará para 10,50% ao ano.

Leia mais:

Preço de imóveis cresceu o dobro da inflação em 2013

Inflação do aluguel acelera em dezembro e sobe 5,51% no ano

Nelson Barbosa: ‘governo precisa melhorar comunicação com o mercado’

Mais cedo, o ministro da Fazenda em exercício, Dyogo de Oliveira, defendeu nesta sexta-feira que, apesar de o IPCA ter fechado 2013 com alta acima do esperado, a inflação no Brasil está sob controle. “Não há nenhum risco de descontrole”, disse. Oliveira ocupa o cargo temporariamente durante as férias de Guido Mantega. Segundo Oliveira, em 2014, a inflação continuará sob controle e governo manterá o esforço neste sentido.

(com agência Reuters e Estadão Conteúdo)