Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tomate abandona posto de vilão da inflação – preço cai 10%

Disparada do tomate virou motivo de piada no início do ano - mas preços seguem tendência de queda

O preço do tomate, que disparou nos últimos 12 meses e se tornou o símbolo do avanço inflacionário para as famílias, tem cedido sucessivamente. Depois de subir 7,39% em abril, caiu 10,31% em maio, mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira. Segundo o órgão, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou para 0,37% no último mês, ante alta de 0,55% em abril.

Não só o tomate, mas os alimentos, em geral, apresentaram melhora. A alta dos preços dos alimentos foi de 0,31% em maio, ante 0,96% em abril.

A inflação vem preocupando o mercado desde 2011. Mas só após a disparada do preço do tomate, a tendência inflacionária se tornou tema debatido também entre a população. O fruto virou motivo de piada na internet – e seu consumo foi até mesmo desestimulado por donos de restaurantes.

Mesmo com a queda em maio, o tomate ainda acumula alta de 96% em 12 meses – e de 55% no ano.

Leia também:

No Brasil, tomate custa mais caro que nos EUA e na Europa

No rali da inflação, leite poderá ser o novo tomate

Preço do tomate cede no varejo – mas sobe mais de 300% no atacado

Em 12 meses, tomate bate inflação acumulada em 14 anos