Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tesouro estuda emitir até US$1,5 bi em bônus em real

LONDRES, 10 Fev (Reuters) – O Brasil pode emitir o equivalente a entre 1 bilhão de dólares e 1,5 bilhão de dólares em bônus globais denominados em real neste ano, com um vencimento de 10 anos sendo o mais provável, afirmou nesta sexta-feira o subsecretário da Dívida Pública do Tesouro, Paulo Valle.

“Queremos emitir um novo papel de 10 anos, (e) no geral o tamanho de um ‘benchmark’ está entre 1 bilhão de dólares e 1,5 bilhão de dólares”, disse Valle em entrevista, acrescentando que o Tesouro Nacional planeja recomprar papéis em circulação denominados em reais com vencimentos em 2016 e 2022.

“Temos três vencimentos -2016, 2022 e 2028. O último foi relançado em outubro de 2010. Pretendemos continuar construindo esta curva.” Valle acrescentou que o Brasil pode aumentar o tamanho da emissão planejada no futuro.

“Temos um compromisso de ter um mínimo de 2 bilhões a 3 bilhões de dólares em circulação”, afirmou o subsecretário nos bastidores de uma mesa redonda de investimentos no Brasil organizada pela Thomson Reuters.

O coordenador das operações de dívida do Tesouro, José Franco de Morais, disse no mês passado que um bônus global denominado em real poderia ser emitido neste ano.

(Reportagem de Sujata Rao e Carolyn Cohn)