Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Tereos cria empresa e entra no setor de amido no País

Por Da Redação 8 set 2011, 19h39

Por Eduardo Magossi

São Paulo – A Tereos Internacional concluiu hoje seu primeiro investimento em amido no Brasil, com a criação da Syral Halotek. A Syral Halotek nasce com a incorporação da Halotek-Fadel Industrial pela Syral do Brasil, empresa criada pela Tereos Internacional para ser veículo de seus investimentos em amido no Brasil.

O diretor de Relações com Investidores da Tereos Internacional, Marcus Thieme, disse à Agência Estado que a Halotek-Fadel já produz amido de mandioca e possui capacidade instalada de processamento de 60 mil toneladas por ano. Segundo ele, o próximo passo será dar início ao processamento de milho para produção de amido. Thieme disse que serão investidos R$ 45 milhões na Syral Halotek, incluindo neste total os aportes que serão feitos para o início das operações com milho.

Com a operação concluída hoje, a Tereos Internacional passa a ser acionista controlador da Syral Halotek, com participação inicial de 68% do capital social da empresa e com opção de ampliação para 70,3% ao final de dezembro de 2012, dependendo de determinados ajustes pós-fechamento.

A Tereos Internacional pretende transformar a Syral Halotek em uma plataforma de entrada ao mercado brasileiro de amido, com a possibilidade de desenvolver as linhas de produtos de amidos e adoçantes de amido, com base tanto em milho como em mandioca. A Tereos Internacional é o braço brasileiro da cooperativa francesa Tereos e possui também ativos de cana-de-açúcar no país, como a Guarani, onde é parceira da Petrobras Biocombustível.

Continua após a publicidade
Publicidade