Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer cria cota de 30% para negros em vagas de estágio e aprendiz

Mudança será aplicada na administração pública, autarquias, fundações públicas e sociedades de economia mista controladas pela União

O presidente Michel Temer assinou nesta quinta-feira, 28, decreto que reserva 30% das vagas em processos de seleção de estágio e na contratação de jovens aprendizes no serviço público para estudantes negros. De acordo com o Ministério dos Direitos Humanos, a proposta é aplicar a mudança na administração pública, autarquias, fundações públicas e das sociedades de economia mista controladas pela União.

O ministério diz que a ação terá como impacto imediato o acolhimento da reivindicação de educação, saúde e trabalho movida pelo movimento social negro ao estado brasileiro e a superação das desigualdades étnico-raciais.

“No trabalho, esse é um avanço de repercussão muito significativa, pois vai atingir o jovem no seu primeiro emprego, posicionando os negros em condição de igualdade”, comemora o Ministro dos Direitos Humanos, Gustavo Rocha.

Poderão concorrer às vagas reservadas, candidatos negros  que se autodeclararem pretos ou pardos no ato da inscrição na seleção de estágio, conforme o quesito cor ou raça utilizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

“Na prática, este jovem deixará de ser apenas sujeito de direitos para ser o protagonista de sua história, no que se refere a enfrentamento ao racismo e exercício da cidadania. Além é claro, do impacto econômico positivo que a entrada desses jovens negros e negras no mercado de trabalho vai causar na economia brasileira”, destaca o secretário nacional de políticas de promoção da igualdade racial, Juvenal Araújo.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Gerson W. Barbosa

    Todos são iguais perante a lei – mas alguns são mais iguais que os outros. Mais uma vez o Art. 5° da CF é adulterado, dessa vez por Temer, um suposto constitucionalista. Gentalha desprezível, até quando vão continuar rasgando as páginas da Carta antes que outra seja promulgada?

    Curtir

  2. Gilberto Luiz

    Independente de cor são todos iguais. Mesma capacidade intelectual e tudo mais. Por que fazem distinção? Não entendo essas leis.

    Curtir