Clique e assine a partir de 9,90/mês

Telefonia e TV por assinatura lideram ranking de queixas

Segundo levantamento do Procon-SP, setor de telecomunicações apresentou um aumento de 29% no número de reclamações dos consumidores neste ano

Por Da Redação - 26 Jul 2013, 05h50

O ranking das 30 empresas que mais recebem reclamações divulgado pela Fundação Procon-SP revela que o setor de telecomunicações (telefonia fixa e móvel, acesso à internet e TV por assinatura) foi o mais provocou dor de cabeça ao consumidor no primeiro semestre de 2013, apresentando uma alta de 29% no número de queixas em relação ao mesmo período do ano passado, com 39,5 mil reclamações. O setor ultrapassou o segmento dos bancos, até então, campeões na lista. Em 2013, eles registraram 35 mil queixas.

Dentre as empresas de telecomunicações, a que mais demanda reclamações é o Grupo Vivo, com queixas a respeito de atrasos para a instalação de linhas e inoperância de serviço. No mesmo segmento ainda encontram-se a Claro, Tim, NET, Oi e SKY, com problemas relacionados a problemas de oferta, dificuldade de cancelamento de contratos e vícios na prestação de serviço de banda larga (móvel e fixa). Já as instituições financeiras ocupam boa parte do ranking, com participação do Grupo Itaú-Unibanco, Grupo Bradesco e Grupo Santander, apresentando as mesmas queixas do ano passado, como problemas com cobrança de valores não reconhecidos nas faturas de cartão de crédito e conta corrente.

Leia também:

Procon do DF suspende venda de Guaraviton

Continua após a publicidade

Procon-SP notifica Claro para que esclareça falhas

Publicidade