Clique e assine a partir de 9,90/mês

TAM diz que preço das passagens pode subir

Presidente da companhia atribui o possível aumento aos preços do petróleo e do querosene de aviação e às tarifas aeroportuárias

Por Da Redação - 21 ago 2012, 19h00

O presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, afirmou nesta terça-feira que o preço das passagens aéreas pode subir se o cenário de elevação dos custos do setor não mudar. Ele citou como exemplos os preços do petróleo e do querosene de aviação e as tarifas aeroportuárias. “Persistindo a alta de custos dessa maneira, uma recuperação tarifária poderá acontecer”, afirmou. O executivo participou da cerimônia de lançamento da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), em Brasília.

Bologna evitou dar um prazo sobre quando as passagens poderiam aumentar, mas destacou que dificilmente o cenário deve mudar. Para o executivo, o setor sofreu um choque de custos “bastante relevante” nos últimos meses. “É muito difícil ver um retrocesso nisso”, disse. Na avaliação dele, porém, o aumento só será possível se o mercado for capaz de absorvê-lo.

O executivo descartou a possibilidade de a TAM atuar como operadora de aeroportos. “Não é nosso negócio investir em operação de aeroportos. Queremos aeroportos mais eficientes e competitivos”, afirmou. “O modelo não importa. O importante é ter preço acessível e tarifa justa.”

Leia mais:

Continua após a publicidade

TAM registra prejuízo de R$ 928 milhões no 2º trimestre

(com Agência Estado)

Publicidade