Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Supermercados investem em tecnologia para reduzir tempo na fila

Entre as facilidades há app que computa itens adquiridos, self-checkout e agendamento de horário para passar as compras no caixa

Quem está acostumado a fazer compras em supermercado sabe que a parte mais chata da tarefa é esperar na fila do caixa para passar os produtos no caixa e assim pagar a conta. Nos Estados Unidos, a gigante do e-commerce Amazon lançou neste ano sua primeira loja física de conveniência. A Amazon Go, instalada em Seattle, não possui caixa registradora nem atendentes para computar suas compras.

Quem controla a entrada e a saída dos clientes são sensores e câmeras habilitados com visão computacional, que registra tudo o que é colocado ou retirado das prateleiras. Ao entrar, o cliente passa o celular na catraca da loja, pega o produto que deseja e simplesmente sai. O único trabalho é baixar o aplicativo, que serve para identificar o usuário e envio da cobrança na conta pessoal da Amazon. 

No Brasil ainda não existe essa modernidade toda, mas os supermercados já começam a se preparar para reduzir o tempo de fila. Os sócios do Sam’s Club, por exemplo, agora contam com aplicativo que escaneia os produtos colocados no carrinho e, ao final, um código de barras é gerado para ser lido pelo caixa exclusivo.

Antes de começar a utilizar, é preciso ser sócio do Sam’s Club e baixar o aplicativo Click & Go. O programa só funciona quando o celular estiver dentro de uma das 12 lojas participantes no Estado de São Paulo, por enquanto. No segundo semestre, a tendência é que se expanda para as demais do país.

As vantagens são muitas, já começando pelo fato de não ser necessário ficar procurando o preço de cada produto, pois, uma vez escaneado, o app mostra o valor na tela do celular. Segundo: se comprar mais de um item igual, basta ir clicando no sinal de + para adicionar outros. Terceiro: não é preciso tirar tudo do carrinho para passar no caixa e depois voltar tudo.

Ao abrir o aplicativo, o cliente terá a opção de usar o scanner para registrar cada produto ao ser aproximado do código de barras. O recurso funciona quando as funções wi-fi e GPS estiverem ativas. Depois, basta clicar em “finalizar” e escolher se quer comprar sacolas por 0,26 centavos cada uma.

O teste piloto foi realizado em abril na loja de Tamboré, na Grande São Paulo, e foram feitos mais de 6.000 downloads. Segundo o Sam’s Club, o cliente que utilizou o aplicativo para realizar suas compras registrou aumento de duplo dígito no tíquete médio em relação ao modelo tradicional de atendimento.

A rede não informa o investimento feito na modalidade, mas afirma que, futuramente, o app ganhará duas novas funcionalidades: campanhas personalizadas de push para comunicação de ofertas exclusivas e da preferência de cada usuário, e lista de compras sugerida baseada na recorrência e nos hábitos de consumo dos associados. Hoje, o Sam’s Club possui 1,7 milhão de sócios nas 27 lojas do país. Para se tornar um é preciso pagar anuidade de 75 reais.

Aplicativo do Pão de Açúcar permite agendar horário da fila no caixa

Aplicativo do Pão de Açúcar permite agendar horário da fila no caixa (//Divulgação)

Evitar filas é o lema do aplicativo do Pão de Açúcar. Com ele ativo, o cliente Mais, clube fidelidade da rede, pode marcar a hora para passar no caixa e, no momento agendado, um funcionário espera pelo cliente no local exclusivo para usuários do serviço. Ao usar o app, também há opção de obter descontos em alguns produtos escolhidos de modo personalizado para cada um. Quando o horário se aproxima, o app manda notificações. O Caixa Express está disponível em 167 lojas, ou 90% do total de unidades da rede. O projeto começou de forma piloto no início do segundo semestre do ano passado.

No Carrefour, a loja localizada na rua Pamplona, nos Jardins, em São Paulo, oferece o serviço de self-checkout. Ao todo, são seis caixas nos quais o cliente escaneia cada um dos códigos de barras dos produtos e efetua o pagamento via cartão de crédito ou débito, com limite de até 15 itens. Ou seja, o próprio cliente faz tudo sozinho, embora existam funcionários para orientar caso seja necessário.

A rede também conta com self-checkouts nos postos de combustíveis Carrefour e Atacadão em 12 unidades. A unidade da marginal Pinheiros, na zona sul de São Paulo oferece a possibilidade de compra pela internet e retirada no dia seguinte na loja, sem precisar sair do carro, como se fosse um drive thru. Assim, o cliente pode fazer as compras no conforto de casa, pelo site ou pelo aplicativo, e retirar no dia seguinte sem a necessidade de sair do carro ou de enfrentar filas.

Totens de self-checkout do Carrefour, em São Paulo (SP)

Totens de self-checkout do Carrefour, em São Paulo (SP) (Paulo Guimarães/Carrefour/Divulgação)

A rede de supermercados Zaffari possui serviço de self-checkout apenas em uma unidade em Porto Alegre (RS) desde novembro de 2016. Os equipamentos são preparados para o cliente passar sozinho até dez itens e pagar com cartões de crédito ou débito. A rede afirma que vai instalar equipamentos nas maiores lojas no país.

Zaffari oferece totem para self-checkout apenas na loja de Porto Alegre, por enquanto

Zaffari oferece totem para self-checkout apenas na loja de Porto Alegre, por enquanto (//Divulgação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. alfredo lucio saback soares de quadros

    há uma maneira mais fácil e prática de agilizar o andamento das filas, algo que eu faço há muito tempo: entregar o produto ao operador de caixa , com o código de barras já posicionado na direção da leitora.
    faço compras volumosas e são registradas em pouco tempo.
    questão de gentileza e interesse pessoal no tempo.
    falando em compras, algo que mesmo antes da febre ecológica eu tenho e uso são cestas e sacolas para compras. há anos que não levo sacolas de plástico para descartar vazias no lixo.

    Curtir