Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Superávit do governo central atinge R$ 4 bilhões em agosto

Apesar do bom resultado, o governo ainda não conseguiu atingir a meta intermediária de superávit para o ano até o segundo quadrimestre, de 30 bilhões

O governo central – composto por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central – registrou superávit primário, economia para pagar os juros da dívida pública, de 4 bilhões de reais em agosto, informou o Tesouro nesta terça-feira. O resultado foi muito superior ao de julho, de 842 milhões de reais.

Para o resultado do mês passado, o Tesouro contribuiu com superávit de 9,501 bilhões de reais, a Previdência com déficit de 5,415 bilhões de reais, e o Banco Central com déficit de 85,5 milhões de reais.

Apesar do bom resultado, o governo ainda não conseguiu atingir a meta intermediária de superávit para o ano até o segundo quadrimestre, de 30 bilhões de reais. No acumulado do ano, o superávit atingiu 29,7 bilhões de reais.

Em comparação a julho, houve redução de gastos com pessoal, de 2,883 bilhões de reais, e com custeio, de 5,852 bilhões de reais. Os gatos com o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) também registraram queda de 332,8 milhões de reais.

O ingresso de dividendos – com destaque para 3 bilhões de reais do do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), 1,4 bilhão de reais referente à antecipação de dividendos da Eletrobras e 1,1 bilhão de reais da Caixa Econômica Federal – também contribuiu para o resultado.