Clique e assine a partir de 9,90/mês

Standard and Poor’s reduz nota da Itália para BBB+

Por Eric Piermont - 13 jan 2012, 19h02

A agência de classificação de risco financeiro Standard & Poor’s reduziu a nota da dívida da Itália em dois degraus, de A para BBB+, deixando o país no mesmo nível da Irlanda, informaram fontes do governo citadas pela imprensa italiana.

A mesma agência já havia reduzido a nota da Itália, de A+ para A, em setembro passado, diante da instabilidade do governo de Silvio Berlusconi e de sua resistência a aplicar medidas de austeridade.

Esta é a primeira vez que a dívida a longo prazo da Itália cai para a classificação B, o que deixa o país no mesmo nível de Colômbia, Cazaquistão, África do Sul e Tailândia.

A decisão representa um duro golpe para a terceira economia da zona do euro, atrás apenas de Alemanha e França.

Em novembro passado, o governo de Berlusconi foi substituído por um executivo de tecnocratas dirigido pelo ex-comissário europeu Mario Monti, que logo adotou um duro plano de austeridade, o terceiro em poucos meses, visando equilibrar as contas públicas em 2013.

A Itália fazia parte dos 15 países da zona do euro sob vigilância negativa da S&P desde o dia 6 de dezembro passado, devido à crise da dívida na região.

Com um nível recorde de dívida (1,9 trilhão de euros ou 120% do PIB) e uma economia em recessão, a Itália deve enfrentar este ano o desafio de buscar 450 bilhões de euros nos mercados, pagando taxas superiores as habituais.

Mas a pressão dos mercados sobre a Itália foi atenuada com o sucesso de duas emissões de bônus da dívida nesta quinta e sexta-feira, totalizando 17 bilhões de euros, a taxas inferiores às emissões precedentes.

Continua após a publicidade
Publicidade