Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

SP terá 60% da frota de ônibus em operação na terça-feira

O rodízio municipal de veículos continua suspenso para veículos e caminhões na cidade de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo informou, em nota divulgada na tarde desta segunda-feira, 28, que obteve uma carga extra de 1,5 milhão de litros de combustível, o que garante as principais operações da frota municipal de veículos pelo menos até esta terça-feira, 28.

As empresas de ônibus da capital foram autorizadas pela São Paulo Transporte (SPTrans) a rodar com 60% da frota durante a tarde desta segunda-feira. De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, a medida é necessária para garantir que a frota esteja operacional no fim da tarde e durante a noite desta segunda-feira e amanhã. A frota de trólebus da capital está 100% operacional.

Já o rodízio municipal de veículos continua suspenso para veículos e caminhões. A CET mantém a orientação para que os agentes de trânsito não apliquem multa aos motoristas que ficarem sem combustível, a chamada pane seca, que é passível de autuação.

O prefeito da capital, Bruno Covas (PSDB), disse que São Paulo e o Brasil já perceberam a importância que os caminhoneiros têm na questão do abastecimento e o quanto é essencial o seu trabalho e fez um apelo para que eles voltem ao trabalho. “Temos um problema grave de abastecimento na cidade”, afirmou.

Veja abaixo como ficam os outros serviços prestados pela prefeitura:

Coleta de lixo e varrição

A coleta de lixo domiciliar operará normalmente até terça-feira de manhã, diz a prefeitura. A coleta seletiva segue suspensa, mas a coleta hospitalar, a limpeza pós-feiras livres e o recolhimento de animais mortos estão mantidos. Os ecopontos permanecem fechados, já que os resíduos coletados nesses locais são encaminhados a aterros localizados em rodovias federais e estaduais, muitas delas bloqueadas pelos caminhoneiros. Os serviços de varrição de vias e logradouros foram incrementados e estão garantidos nesta segunda-feira.

Saúde

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que estão sendo adiadas as cirurgias eletivas marcadas nos hospitais municipais de São Paulo, diante da necessidade de garantir segurança nas reservas de insumos para os atendimentos de urgência e emergência. Todos os pacientes com procedimentos agendados serão avisados e terão as cirurgias remarcadas. Também serão suspensos a remoção de pacientes para exames eletivos e os exames de rotina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

As ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-SP) estão usando os postos direcionados pelo Sincopetro (sindicato do comércio varejista de petróleo) e operam normalmente. O mesmo vale para o transporte de vacinas e medicamentos. Os hospitais municipais também estão abastecidos com oxigênio e diesel para os geradores.

Educação

As escolas da rede municipal abriram as portas nesta segunda-feira, com a oferta de merenda especial, elaborada com supervisão da Coordenadoria de Alimentação Escolar, de acordo com os insumos disponíveis em estoque.

A prefeitura estuda uma ação para ajudar as fornecedoras de merenda terceirizada na obtenção de insumos, especialmente gás de cozinha, para o atendimento das crianças nesta terça-feira. Caso haja desabastecimento, será priorizado o atendimento às creches.