Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sindicato de pilotos cancela greve que afetaria TAP

Por Da Redação 9 dez 2011, 08h59

Por AE

São Paulo – A direção do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (Spac) de Portugal (Spac) informou que cancelou a greve prevista de hoje até dia 12 de dezembro e que afetaria os voos da companhia aérea portuguesa TAP. Em nota no site da entidade, o Spac explica que a decisão foi tomada em razão da posição do governo, que se mostrou um “interlocutor sério e interessado em viabilizar uma solução equilibrada para o envolvimento dos pilotos no processo de privatização da companhia aérea.”

O Spac informa ainda que convocou assembleia com os pilotos da TAP para decidir sobre manutenção ou anulação do segundo bloco de greve, previsto para janeiro de 2012. “Durante a reunião serão apresentadas as razões que fundamentaram a decisão da direção do sindicato para que os pilotos possam se pronunciar e decidir democraticamente sobre o assunto”, explica.

A direção do Spac lamenta ainda que tenha recorrido à greve para dirimir um conflito com a administração da TAP que durava mais de um ano.

TAP –Em comunicado para clientes divulgado no início da semana, a TAP alertava que devido à greve só seria possível garantir a realização parte dos voos oferecidos pela empresa e aconselhava os passageiros a alterar as suas reservas para outras datas ou solicitar o respectivo reembolso. “A TAP lamenta profundamente esta situação de dúvida, que tanto penaliza os seus passageiros, mas estamos fazendo o que é possível para minimizar as consequências de uma situação que está além da nossa capacidade de decisão”, informou a companhia em comunicado na quarta-feira passada.

A empresa lembrou ainda que a greve dos pilotos tem como objetivo garantir desde já uma posição no capital da TAP na privatização da companhia, prevista para 2012.

Continua após a publicidade

Publicidade