Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Setor público tem déficit primário de R$ 78,261 bi até novembro

A quantia representa 1,31% do Produto Interno Bruto (PIB)

As contas do setor público acumularam um déficit primário de 78,261 bilhões de reais no ano até novembro, informou o Banco Central (BC) nesta quinta-feira. A quantia representa 1,31% do Produto Interno Bruto (PIB). No mesmo período do ano passado, havia um déficit primário de 155,791 bilhões de reais (2,49% do PIB).

O resultado fiscal no acumulado de janeiro a novembro foi obtido com um déficit de 96,274 bilhões de reais do Governo Central (1,62% do PIB). Os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram um saldo positivo de 17,184 bilhões de reais (0,29% do PIB). Enquanto os Estados registraram superávit de 14,203 bilhões de reais (0,24% do PIB), os municípios alcançaram um resultado positivo de 2,981 bilhões de reais (0,05% do PIB). As empresas estatais registraram um superávit de 829 milhões de reais no ano até outubro (0,01% do PIB).

Déficit nominal

O setor público consolidado registrou um déficit nominal de 30,038 bilhões de reais no mês de novembro. Em outubro, o resultado nominal havia sido deficitário em 30,494 bilhões de reais e, em novembro de 2016, deficitário em 80,428 bilhões de reais.

Os governos regionais tiveram déficit nominal de 4,746 bilhões de reais, enquanto as empresas estatais registraram déficit nominal de 210 milhões de reais.

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), o déficit nominal no ano até novembro foi de 7,49%, uma soma de 445,768 bilhões de reais.

Em 12 meses até o mês passado, o déficit nominal correspondeu a 8,45% do PIB, com saldo negativo de 551,005 bilhões de reais.

Gastos com juros

Em 12 meses, as despesas com juros recuaram de 414,164 bilhões de reais para 402 bilhões de reais até novembro (6,17% do PIB). A queda é influenciada pela redução da taxa Selic. No ano, o gasto com juros foi de 338,378 bilhões de reais até outubro para 367,507 bilhões de reais até novembro (6,7% do PIB).