Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Setor público tem déficit nominal de R$ 2,984 bilhões

Por Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa

Brasília – O setor público consolidado registrou em abril déficit nominal de R$ 2,984 bilhões, valor inferior ao déficit de R$ 10,595 bilhões verificado em março, informou nesta quinta-feira o Banco Central. Em igual período do ano passado, no entanto, o setor público havia registrado superávit nominal de R$ 5,672 bilhões.

No acumulado do ano, o déficit nominal soma R$ 15,979 bilhões (1,15% do PIB), ante R$ 21,271 bilhões (1,64% do PIB) em igual período do ano passado.

O déficit nominal acumulado em 12 meses passou de R$ 101,275 bilhões (2,41% do PIB) para R$ 102,671 bilhões (2,42% do PIB).

Segundo o relatório do BC, o setor público consolidado encerrou o mês de abril com pagamento de R$ 17,224 bilhões em juros da dívida. A despesa foi menor que a observada em março, quando a conta somou R$ 21,037 bilhões e também foi inferior quando comparada ao valor de abril de 2011, quanto o setor público gastou R$ 19,641 bilhões com os credores da dívida. A redução da despesa no mês passado, segundo o BC, foi influenciada “pela trajetória de queda da Selic e pela menor variação observada nos principais índices de preços”.

Conforme o BC, a maior parte dos juros pagos no mês passado foi de responsabilidade do governo central (governo federal, INSS e Banco Central), cuja despesa alcançou R$ 11,751 bilhões. Já os governos regionais, como os Estados e municípios, foram responsáveis pelo pagamento de R$ 5,168 bilhões em abril.

No acumulado de janeiro a abril de 2012, o gasto com juros do setor público soma R$ 76,191 bilhões, ou 5,49% do PIB. Em igual período de 2011, a despesa havia sido de 6,08% do PIB. No acumulado em 12 meses até abril, a conta de juros paga pelo Brasil soma R$ 234,279 bilhões, ou 5,53% do PIB.