Setor Público acumula déficit recorde de R$ 19,6 bi até novembro

Este foi o primeiro resultado negativo no acumulado do ano desde 2002, início da série histórica anual do indicador

Por Da Redação - 29 dez 2014, 11h05

O setor público consolidado, formado pelo Governo Central, Estados, municípios e empresas estatais, registrou déficit primário de 8,084 bilhões de reais em novembro, elevando seu rombo financeiro no acumulado do ano para 19,6 bilhões de reais, ou 0,42% do Produto Interno Bruto (PIB). Entre janeiro e novembro de 2013, o setor público registrava resultado positivo (superávit) de 80,9 bilhões de reais (1,83% do PIB). Esta é a primeira vez desde o início da série histórica do BC, há 12 anos, que as contas do setor público registraram um déficit nos 11 primeiros meses de um ano. O resultado verificado em novembro também foi o pior para o mês de toda a série histórica do BC do indicador, que teve início em dezembro de 2001.

Em novembro, o Governo Central (Tesouro, Previdência e Banco Central) e os governos regionais (Estados e municípios) apresentaram resultados negativos de 6,7 bilhões e 1,8 bilhão de reais, respectivamente, enquanto as empresas estatais apresentaram superávit de 368 milhões de reais. Já no acumulado do ano, Governo Central registrou déficit de 21,226 bilhões de reais. Por sua vez, os governos regionais tiveram superávit de 3,525 bilhões graças à economia de 4,857 bilhões de reais dos municípios – os Estados apresentaram déficit de 1,332 bilhão. Por último, as estatais mostraram déficit de 1,941 bilhão entre janeiro e novembro deste ano

Segundo informou o Banco Central nesta segunda-feira, considerando o período de 12 meses até novembro, o déficit fiscal chega a 9,2 bilhões de reais (0,18% do PIB).

Leia mais:

Publicidade

Governo central tem pior resultado histórico para mês de novembro

Investidores não acreditam que Levy alcançará superávit de 1,2%

Levy freia proposta de incentivos fiscais que reduz a arrecadação

O BC informou ainda que o déficit nominal ficou em 41,606 bilhões de reais no mês passado, enquanto a dívida líquida representou 36,2% do PIB. Já a dívida bruta ficou em 63,0% do PIB em novembro.

Publicidade

Juros – O setor público consolidado gastou 33,522 bilhões de reais com pagamento de juros em novembro, segundo o Banco Central. Houve aumento em relação ao gasto de 21,508 bilhões de reais registrado em outubro deste ano e de 29,920 bilhões vistos em novembro do ano passado.

No acumulado dos onze primeiros meses do ano, o gasto com juros do setor público consolidado somou 264,173 bilhões de reais, o equivalente a 5,64% do PIB. No mesmo período do ano passado, o gasto com juros foi de 224,843 bilhões ou 5,09% do PIB. Já nos últimos 12 meses encerrados em novembro, a despesa chegou a 288,185 bilhões (5,64% do PIB).

(Com Estadão Conteúdo)

Publicidade