Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Setor de serviços cresce 5,2% em outubro

Taxa é inferior à observada em setembro, que foi 6,4%. No acumulado do ano, receita do setor acumula alta de 6,5%, e em 12 meses, de 6,8%

O setor de serviços teve um crescimento de 5,2% na receita nominal, em outubro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta terça-feira. A taxa é inferior à observada em setembro, que foi 6,4%. Os serviços acumulam aumentos da receita de 6,5% no ano e de 6,8% no período de 12 meses.

Em outubro, a maior alta ocorreu nos segmento de outros serviços (11,5%). Os quatro segmentos dos serviços que também tiveram alta foram serviços profissionais, administrativos e complementares (11,3%), serviços prestados às famílias (6,8%), transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (3,1%) e serviços de informação e comunicação (2,1%).

Leia mais:

Receita de serviços avança 6,4% em setembro

Receita de serviços tem pior resultado da série histórica em agosto

Confiança do setor de serviços cai mais uma vez e se aproxima de recorde negativo

Por região, as maiores variações ocorreram no Ceará (13,4%), no Distrito Federal (12,0%) e na Paraíba (11,0%). Já os estados do Amapá (-6,3%), Roraima (-4,7%), Sergipe (-4,5%) e Mato Grosso (-1,2%) apresentaram resultados negativos.

Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), que começou em agosto de 2013, com série histórica desde janeiro de 2012. A pesquisa produz índices nominais de receita bruta, desagregados por atividades e com detalhes para alguns Estados, divididos em três tipos principais: o índice do mês frente a igual mês do ano anterior; o índice acumulado no ano; e o índice acumulado em 12 meses.

(Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo)