Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Senado formaliza criação da CPI do HSBC

Por Da Redação 27 fev 2015, 12h20

O Senado formalizou nesta sexta a criação de uma CPI para investigar a atuação do banco HSBC de acobertar mais de 100.000 contas bancárias de brasileiros e estrangeiros, eximindo-os de comprovar a origem dos recursos ou de pagar obrigações fiscais. O pedido de CPI partiu do senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), que recolheu 32 assinaturas de apoio para viabilizar o grupo de investigação. Os senadores terão agora até a meia noite de hoje para a inclusão ou retirada das assinaturas. Se após o fim deste prazo restar pelo menos 27 delas, número mínimo exigido pelo Senado, a CPI do HSBC será instalada. O novo escândalo surgiu a partir das revelações do especialista em informática do HSBC Hervé Falciani, que tornou pública a atuação irregular do banco. De acordo com ele, entre as milhares de contas suspeitas da instituição financeira, 6.606 delas são controladas por brasileiros e movimentaram cerca de 7 bilhões de dólares entre 2006 e 2007. (Laryssa Borges, de Brasília)

Publicidade