Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Sem hambúrger, Madero fecha restaurantes; Outback fica desabastecido

Burger King e McDonald's dizem que venda de alguns itens do cardápio podem ser suspensas temporariamente

Por Redação
Atualizado em 28 Maio 2018, 18h39 - Publicado em 28 Maio 2018, 17h17

A greve dos caminhoneiros, que entrou no oitavo dia de paralisação, está afetando o funcionamento de restaurantes como Madero e Outback. Redes de fast food, como McDonald’s e Burger King podem ficar sem alguns itens do cardápio.

Na rede Madero, o primeiro restaurante a fechar por falta de produtos foi o localizado no shopping Serra Azul, em Itupeva (SP), no sábado. Outras dez unidades foram fechadas no domingo em diversas cidades.

No Madero, a dificuldade é que quase toda a produção própria está centralizada na fábrica do Paraná, que abastece as demais unidades. Sem conseguir embarcar a carga, os restaurantes acabam ficando desabastecidos.

Continua após a publicidade

O Outback ainda não fechou nenhum restaurante, mas admite que isso pode ocorrer a qualquer momento. “A rede esclarece que a medida não afetará todos os restaurantes, mas apenas os que não receberem os insumos necessários para a operação.”

O Burger King afirma que o protesto “tem impactado o abastecimento de insumos em inúmeras redes de alimentação”. Por conta desse problema, o Burger King pode suspender a venda de alguns de seus produtos temporariamente até que a situação se normalize.

O McDonald’s também admite que alguns itens do cardápio podem faltar nos restaurantes. “A paralisação dos caminhoneiros está provocando um desabastecimento no comércio em geral, incluindo todo o setor de alimentação. Estamos acompanhando a situação de perto e fazendo o possível para manter a operação normalizada.”

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.